1 O número concreto
 
 
  Como surgiu o número?
  Contando objetos com outros objetos
  Construindo o conceito de número
 
 
Como surgiu o número?
   
             A descoberta do número não aconteceu de repente, nem foi uma única pessoa a responsável por essa façanha. O número surgiu da necessidade que as pessoas tinham de contar objetos e coisa. 
            Nos primeiros tempos da humanidade, para contar eram usados os dedos, pedras, os nós de uma corda, marcas num osso... 
            Com o passar do tempo, este sistema foi se aperfeiçoando até dar origem ao número. 
            Hoje nós já sabemos lidar com os mais diferentes tipos de números: 
 
 
 
 
 
 
Contando objetos com outros objetos
 
 
            Para registrar os animais mortos numa caçada, eles se limitavam a fazer marcas numa vara. Nessa época o homem se alimentava daquilo que a natureza oferecia: caça, frutos, sementes, ovos. Quando descobriu o fogo, apreendeu a cozinhar os alimentos e a proteger-se melhor contra o frio. 
            A escrita ainda não tinha sido criada. Para contar, o homem fazia riscos num pedaço de madeira ou em ossos de animais. 
            Um pescador, por exemplo, costumava levar consigo um osso de lobo. A cada peixe que conseguia tirar da água, fazia um risco no osso.
  
   
        Começaram a surgir as primeiras comunidades organizadas, com chefe, divisão do trabalho entre as pessoas etc.. 
        Com a lã das ovelhas eram tecidos panos para a roupa. O trabalho de um pastor primitivo era muito simples. De manhã bem cedo, ele levava as ovelhas para pastar. À noite recolhia as ovelhas, guardando-as dentro de um cercado. 
 
 
 
 
 
Construindo o conceito de número
 
            Foi contando objetos com outros objetos que a humanidade começou a construir o conceito de número. 
            Para o homem primitivo o número cinco, por exemplo, sempre estaria ligado a alguma coisa concreta: cinco dedos, cinco peixes, cinco bastões, cinco animais, e assim por diante. 
            A idéia de contagem estava relacionada com os dedos da mão. 
            Assim, ao contar as ovelhas, o pastor separava as pedras em grupos de cinco. 
            Do mesmo modo os caçadores contavam os animais abatidos, traçando riscos na madeira ou fazendo nós em uma corda, também de cinco em cinco.